DICAS RÁPIDAS DE COMO ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

Em tempos que o preço do litro dos combustíveis está mais caro do que uma xícara do cafezinho tradicional brasileiro, o motorista que consegue economizar é o legítimo mago da economia. 

Apesar de não existir uma fórmula mágica pra isso, é preciso ficar atento ao modo de dirigir para obter desempenho suficiente e econômico ao mesmo tempo. Por isso, de uma vez por todas vamos esclarecer alguns ditos populares sobre isso. 

Para te ajudar, nós, da Divence, separamos pra vocês o que pode ser feito para manter alguns itens em dia, bem como te deixar a par de pequenas ações simples na hora de se locomover com seu carro por aí. 

Entre as mais comuns estão: tirar peso desnecessário, como malas e sacolas, calibrar os pneus a cada 15 dias e evitar acelerações desnecessárias. Com diferentes ações combinadas, o consumo pode ser entre 15 e 20% menor, segundo especialistas. 

Veja como economizar: 


1 - Manutenções periódicas 

É importante fazer as manutenções periódicas. Alguns itens em especial podem ter reflexo no consumo, caso do alinhamento das rodas. O alinhamento deve ser feito pelo menos a cada 10 mil km ou até antes para quem passa com frequência em ruas esburacadas. 


2 - Calibragem dos pneus

É muito importante calibrar o veículo a cada 15 dias, pois o pneu vazio aumenta a força que o motor precisa fazer para mover o veículo. É preciso observar a recomendação da pressão indicada pela montadora no manual. 


3 - Aceleração e velocidade 

Evite arrancadas. Procure manter uma velocidade constante, evitando acelerações e freadas desnecessárias. Utilize a inércia do carro quando possível. Ao ver que há um semáforo fechado a distância, por exemplo, evite acelerar para frear em cima da hora.

 

4 – Para carros manuais - Marcha e giro do motor

O veículo consome menos energia quando utiliza marchas altas e a mantém o giro do motor baixo, entre 1.500 a 2.500 rotações por minuto. 


5 - Ar-condicionado

Deixar os vidros fechados favorece a aerodinâmica, uma vez que, com os vidros abertos, a entrada de ar “freia” o veículo. O ideal é usar o ar-condicionado em potência baixa, no máximo no segundo nível. Em veículos que permitem ao motorista determinar a temperatura, deve-se mudar, quando possível, para um nível de resfriamento que exigirá pouco do motor, em torno de 20° a 22°C.


6 - Carro parado com motor ligado

Não deixe o motor ligado quando parar o carro para esperar um passageiro, por exemplo. A quantidade de combustível gasta para a ignição (ligar o motor do carro) é relativamente pequena. 

Se seu carro está gastando muito combustível passe na Divence Auto Center. Aqui você conta com uma equipe especializada e ainda recebe aquele cafezinho caprichado.


Visite nossas redes sociais, Facebook e Instagram e fique ligadinho nas nossas promoções!

Telefone / WhatsApp: (45) 3122-8790


Fonte: R7.com